World Association of Newspapers and News Publishers


Quatro cases de sucesso em audiência e fortalecimento de marcas jornalísticas

World News Publishing Focus

World News Publishing Focus
Your Guide to the Changing Media Landscape

Quatro cases de sucesso em audiência e fortalecimento de marcas jornalísticas

A escala pode oferecer um panorama geral sobre o desempenho dos veículos de informação e indicar o que deve ser mantido ou deixado de lado nas redações. Apostar nos números e métricas tem gerado melhores indicadores para do universo digital, rodeado de plataformas que facilitam essa análise. Durante o painel "Como apostar na escala e fortalecer a marca jornalística", foram abordados esse e outros temas, como a monetização da informação, a qualidade jornalística dentro de um modelo de produção imediatista e dinâmico, além de terem sido discutidos também modelos mais democráticos de acesso à notícia.

Hernando Paniagua, CEO do Pulzo.com, da Colômbia, deu sua receita para aumentar atingir uma escala maior de usuários. De acordo com ele, o site triplicou sua audiência em 16 meses, baseado num tripé: SEO (otimização, keywords e reestruturação do HTLM para HTML5), distribuição (segmentação de público, análises de horários e provas A/B) e linha editorial (desagregação, breaking news e equilíbrio político). "O Pulso era dependente do Facebook, mas isso mudou no ano passado. Essa estratégia de conteúdo nos permitiu alavancar a audiência sem o Facebook", disse Peniagua. 

Ele também comentou sobre as projeções para o futuro, levando em consideração as mudanças trazidas pelas mídias digitais. Segundo ele, o Pulzo é o principal meio digital do país, que conta com uma equipe de 30 jornalistas, organizados em turnos de 24 horas, para "criarem ferramentas tecnológicas que ajudem a identificar tendências sobre o público para o qual os conteúdos estão direcionados". 

Direcionar referências a outras versões do assunto nas matérias, creditar os envolvidos e oferecer o link para outras matérias são outras dicas que, de acordo com Paniagua, ajudam a aumentar o tráfego de leitores no site. 

El Debate: 9,6 milhões de usuários por mês no México

Andrea Miranda, Editora Geral do El Debate (México), também participou do painel. Ela falou sobre a forma como o site se converteu no quinto meio de comunicação mais influente no México. Com uma linha editorial que foca na diversidade, alcançada por uma redação composta por 50% de jornalistas e 50% de profissionais especializados em outras áreas, o El Debate oferece conteúdos personalizados e específicos. 

Segundo ela, entender o comportamento dos leitores torna possível aprofundar o conteúdo diretamente para essa audiência. "Aprofundamos cada vez mais o que as pessoas leem baseados nos números. Há temas particulares que sabemos que devem ser lidos na segunda-feira, por exemplo, e não na sexta. Trabalhamos por padrões", disse Andrea. Assim, o site conseguiu reter 68 milhões de usuários únicos, sendo 9,6 milhões de usuários por mês, além de 233 milhões de páginas visualizadas: 59,5% do tráfego é do México, mas, para Andrea, há tempo que o El Debate deixou de ser um meio regional do norte do país. 

Outro participante da conferência foi Angel Sotera, Diretor de Novos Canais da Infobae, da Argentina. Ele discutiu os pilares que sustentam a empresa: pensar primeiro na audiência, informar a todo custo, focar na tecnologia, ser ágeis e entender os anunciantes. Ele falou também sobre a necessidade da inovação e do trabalho em equipe, bem como de pensar no investimento a longo prazo. Segundo Sotera, a estratégia da Infobae é simples e objetiva: surpreender, emocionar e fazer pensar. 

UOL investe em marcas segmentadas, como a plataforma Universia

Já o UOL foi representado por seu Diretor de Conteúdo, Murilo Garavello,  que falou sobre os projetos editoriais da plataforma. Hoje, ela conta com mais de 200 parceiros nos principais jornais brasileiros, quase 360 criadores de conteúdo e cerca de 200 blogueiros. Garavello afirmou que para fazer os internautas se interessarem pelo portal, apostaram em uma diferenciação na oferta do conteúdo: "Há três anos não tínhamos um conteúdo muito bom, não tinha muita diferenciação. As pessoas não tinham muita razão para buscar nossa marca lifestyle, por exemplo. Então, decidimos mudar e lançar novas marcas".

Hoje, o UOL oferece colunas sobre estilo de vida, esporte e outras pautas sociais. Além disso, apostam também na organização de eventos, podcasts, newsletter, vídeo e multiplataformas. Uma das iniciativas mais bem-sucedidas é a plataforma Universa, dedicada a conteúdos femininos "No  Universa, cada tópico é sobre mulher: desde política a batom, o site, liderado por mulheres, inspira mulheres de todos os tipos", explicou Garavello.

 

Author

Florencia González Guerra García's picture

Florencia González Guerra García

Date

2019-11-13 02:40

Author information


Este el blog de WAN-IFRA LATAM, la filial latinoamericana de WAN-IFRA.

Aquí encontrarás nuestras últimos artículos, entrevistas, resúmenes y coberturas de nuestros eventos. 

Para más información sobre WAN-IFRA LATAM, síganos en TwitterFacebook e Instagram o visite www.wan-ifra.org/LATAM


Este é o blog da WAN-IFRA LATAM, a subsidiária da WAN-IFRA na América Latina.

Aqui você vai encontrar os nossos mais recentes artigos, entrevistas, relatórios, resumos e cobertura dos nossos eventos.

Para mais informações sobre WAN-IFRA LATAM, visitar www.wan-ifra.org/LATAM ou siga-nos no Twitter, Facebook e Instagram.


This is the blog of WAN-IFRA LATAM, WAN-IFRA's subsidiary in Latin America.

Here you'll find our latest articles, interviews, reports, summaries and coverage of our events.

For more information about WAN-IFRA LATAM visit www.wan-ifra.org/LATAM, or follow us on Twitter, Facebook and Instagram.


© 2020 WAN-IFRA - World Association of News Publishers

Footer Navigation